ca-1

O que fazer em Bérgamo? – A Polenta e a Cidade Alta

Bérgamo é uma cidade escondida, no norte da Itália, entre Veneza e Milão, na região da Lombardia.

Com seus 122 mil habitantes e mais de 2.500 anos de história, a cidade é dividida em duas: a Alta e a Baixa – Città Alta e Città Bassa, para os locais.

Ambas têm características e belezas únicas porém, a Alta é um show a parte.

Em 2005, me mudei do Brasil para a Itália e foi em Bérgamo que vivi, por quase dois anos.

Uma das coisas que nunca me esqueci, foi a primeira vez que vi a cidade alta de longe: era verão e me lembro do perfume das flores que rodeavam os pés de seu muro, que com seus 20m de altura, abraça toda a parte alta, suntuosa e medieval.

CA 6
O suntuoso muro que rodeia a Cidade Alta.

Com seus quatro portões de acesso, você tem também quatro opções para subir até ela:

1- Caminhando – 25 a 30 minutos – a minha opção preferida para descer

2- Carro – tenha em mente que estacionamento pode ser restrito, já que estamos falando de uma cidade medieval

3 -Ônibus – que saem da estação central (de trem) diariamente e a cada 8-10 minutos (varia aos domingos e feriados)

4 – Funicular – O charmoso bondinho, encostado ao Portão Santo Alessandro – a minha opção preferida para subir – Custa 1,50 euros e você tem uma hora e meia para descer, usando o mesmo bilhete.

CA 4
O funicular e a subida, ao fundo.
CA 5
A parte de cima do funicular e o café/restaurante que te oferece uma vista privilegiada da cidade.

Na parte de cima, destaque para a Piazza Vecchia, o coração da cidade alta, que ao redor engloba os prédios mais importantes da cidade: o Palazzo Nuovo (Palácio Novo), do século 17, o Palazzo della Ragione (Palácio da Razão), do século 12, e a Torre Cívica, de 52 metros de altura, que é aberta para visitas turísticas. É também ali que está a Universidade de Bergamo (que oferece cursos de italiano para estrangeiros) e a famosa Basílica de Santa Maria Maggiore, uma das mais lindas do país.

IMG_3876
Piazza Vecchia (Praça Velha), o coração da Cidade Alta.

Como toda cidade italiana, Bérgamo tem suas delícias culinárias, sendo a mais famosa, a polenta Bergamasca: a polenta doce, chamada de polenta Osèi.

Polenta Bergamasca
A famosa polenta Osei, especialidade Bergamasca.

O blog Gourmet in Kitchenland dá a receita em português, aqui:

http://gourmetinkitchenland.blogspot.co.uk/2013/07/polenta-e-osei.html

Um outro recanto para os amantes de polenta e da comida italiana é a Antiga Trattoria 3 Torri, famosa em toda região, servindo pratos deliciosos há mais de 20 anos – https://www.facebook.com/Trattoria.Tre.Torri

TT 1

Estávamos em três e decidimos dividir dois antepastos e mais um prato de polenta para cada um, todos diferentes, assim podemos provar um pouco de cada.

TT 2
Ricota fresca com azeite de trufas e tomate e mais uma tábua de salames típicos da região (Coppa, Speack e Salumi).
TT 8
Polenta, queijo tallegio e porcini !
TT 9
Polenta, abobrinhas e queijo típico da região!

Depois de um almoço dos deuses, como esse, caminhar pelas ruas lindas da cidade alta e descer suas estradas até a parte baixa, é um exercício para o corpo e para a alma 🙂

Para chegar em Bérgamo é simples: da estação central de Milão (Milano Centralle), você tem opções de trem a cada meia hora. O bilhete custa 5,30 euros e a viagem dura cerca de 1 hora. Horários e compras de bilhete, aqui: http://www.trenitalia.com/

Boa viagem!!!

Carol

Sobre Carol Pascoal

Brasileira, residente em Londres, profissional de visual merchandising e blogueira. Viajar é minha paixão e por isso criei o Na Mala com Carol, onde escrevo sobre minhas experiências e tudo que faz parte do meu estilo de vida.

Comente