img_4298

3 pratos e uma mesa bem decorada: Lina Farage para o Na Mala com Carol 

Hoje a Lina caprichou. Além de três receitas deliciosas – entrada, prato principal e sobremesa – ela fez um post lindo pra aqueles que gostam de servir em grande estilo, mas sem frescuras. Um texto prático de como decorar a mesa, com idéias e fotos que vão te inspirar com certeza. Aqui na Europa hoje é dia dos namorados e esse post cai como uma luva para os românticos de plantão. Quem sabe você pode fazer seu próprio dia dos namorados aí no Brasil, surpreendendo aquela pessoa especial na sua vida!?

Por Lina Farage:

Receber amigos em casa é um verdadeiro prazer e arrumar a mesa e cozinhar nunca deveriam ser considerados como um trabalho cansativo ou estressante.

Eu sempre gostei de receber em casa. Mas acho desnecessário a afetação e o snobismo e desgosto quando confundem a oportunidade de compartilhar o que é bom e bonito,como desculpa para se exibir. Em poucas palavras, simples é lindo. E a etiqueta e a boa educação servem pra proporcionar conforto e prazer aos outros. Nada mais.

Existem pequenas regras de etiqueta que nos ajudam a conviver com o resto do mundo, e isso simplifica e dá harmonia ao nosso dia a dia.

Arrumando a mesa para o menu de hoje, por exemplo, descrevi com simplicidade os talheres e acessórios necessários para uma ocasião informal.

Na mesa é melhor evitar quinquilharias e coisas inúteis. Cada coisa tem a sua utilidade e cada objeto têm a sua razão de estar ali. Saber colocar esses objetos em ordem e com bom senso, que é a base da etiqueta.

Escolhi dois pratos extremamente simples, ideais para os dias quentes, e rápidos de preparar. O primeiro é um prato de massa fria, feita com tomates, anchovas, azeitonas e alcaparras. Simplesmente delicioso!
O segundo é o “carpaccio”, ou seja, carne crua cortada super fina, servida com salada de maças e frutas secas.

Pra completar, uma sobremesa relativamente pouco calórica e que nao requer tempo de preparaçao: frutas vermelhas com champagne e sorvete de baunilha.

Primeiro Prato:


Para a massa vamos precisar de 1 pacote de macarrão (gosto muito da De Cecco e sei que no Brasil se encontra facilmente). Podemos usar “penne rigate”, que também são ótimas. Eu cozinho o pacote inteiro de macarrão (500g) em bastante água fervente e pra essa receita coloco pouco sal porque o molho pode ser que fique um pouco salgado. E sal, é sempre melhor ter que adicionar, ao invés de ter que jogar tudo fora!

Deixo cozinhar a massa seguindo o tempo indicado na embalagem e quando estiver “al dente” coo e faço esfriar debaixo da água fria. Esse macete é importante porque a água fria bloqueia o cozimento do macarrão que assim vai permanecer “al dente” por bastante tempo.

Enquanto isso preparo o molho:

Corto em 4 partes 1kg de tomatinhos “cereja” e coloco em uma tijela com azeite de boa qualidade.

Preparo alcaparras, enchovas e azeitonas pretas sem caroço cortados em pedaços e adiciono aos tomates. Tempero com 1 dente de alho inteiro (que antes de servir retiro), orégano fresco, manjericão e timo, e pra completar uma pitada de pimenta vermelha.

Misturo tudo, a massa está pronta. É tão simples que parece brincadeira! mas é uma verdadeira delicia, acreditem!

Segundo prato:


Para o carpaccio precisamos de 800 gramas de filé mignon, que corto em fatias muito muito finas. Eu tenho um truque: antes de cortar coloco o filé no congelador por uns 10 minutinhos. A carne fica rija e torna-se mais fácil o corte. Mas é importantíssimo ter uma faca super afiada.

Calculo mais ou menos 200 gramas de carne por pessoa e preparo cada prato antecipadamente.

No centro do prato coloco uma salada feita com maças verdes cortadas em dados, nozes, pistachio e frutas desidratadas, tudo bem amalgamado em uma maionese levíssima preparada com iogurte natural, limão, mostarda em grãos, cebolinha verde e uma pitada de sal.

Sobremesa:


Pra fechar nada melhor do que uma coulis de frutas vermelhas servidas com um pouco de champagne ou espumante e uma bolinha de sorvete.

É só cozinhar 500g de frutas vermelhas por 5 minutos (contando depois que iniciar a ferver), com duas colheres de açúcar e suco de meio limão. Para esse doce deixo a fruta inteira e deixo esfriar. Antes de servir adiciono o vinho e o sorvete.

E só nos resta curtir a companhia dos nossos amigos, da família, do marido ou namorado…bom apetite!

Créditos: Louças e toalha Zara Home, copos Maisons du monde, pratas de familia

Carol

Sobre Carol Pascoal

Brasileira, blogueira e profissional de vendas da indústria de moda, especializada em vendas e visual merchandising de acessórios de luxo. Viajar é um estilo de vida, assim como fotografia, arte e tudo que está ao meu redor e que me inspira. O Na Mala com Carol é um projeto onde divido minhas experiências e estilo de vida e também forneço serviços especializados em turismo de moda e consumo.

Comente