img_7899

O que fazer em Faro: 10 dicas de coisas para fazer na cidade mais charmosa da Algarve

Final de Abril,feriado aqui na Europa e o sol começando a brilhar mais forte. Quatro dias para passear e o roteiro da vez foi em Faro,na linda região de Algarve no Sul de Portugal, que é muito famosa pelas praias de areia dourada e falésias que criam um visual exuberante. Pedras,grutas,cavernas e muita beleza natural.

Cheguei numa sexta à noite e fui direto para o Casa D’Alagoa. Esse foi o primeiro hostel da cidade é um dos mais famosos por aqui.Acomodação razoável em uma casa centenária,de paredes grossas e piso frio. Além da vantagem de se poder interagir com um público jovem o hostel fica muito bem localizado. Perto da marina,das estações de trem e ônibus e também muito próximo à parte antiga da cidade, dentro dos muros.

Aqui vão 10 dicas do que fazer durante por aqui durante sua estadia:
1 – Fazer o passeio de canoa:

Você pode fazer o tour guiado com duração de duas horas ou alugar uma canoa ( de 1 a 3 lugares) por quatro horas e se aventurar. A rota é saindo da marina,contornando as águas salubres da lagoa Ria Formosa, até chegar ao mar. Uma vegetação verde e rasteira,muitos pássaros e peixes que saltam ao seu redor. O céu azul é também quase sempre garantido por aqui. Para ir estávamos contra a maré e levamos 1,5h até chegar à prainha de Faro. Almoçamos no Elementos e estava uma delícia. A volta foi mais fácil, chegamos em 40 minutos. Dica: passem protetor solar 😉

Preço: a canoa para duas pessoas custou €35 pelas 4 horas

img_7458-1 img_7464-1 img_7472-1
2 – Fazer o passeio de barco pelas três ilhas:

O barco é pequeno e cabe no máximo 4 pessoas.Tem duração de 3 horas e passa pelas ilhas da Culatra (Vila de pescadores), a do Farol e a Ilha Deserta. Tudo muito bonito e simples. Beleza natural e pura. Dica: se for na parte da manhã poderá ver os pescadores jogando suas redes nas águas. Se for no fim do dia leve uma jaqueta. Aqui sempre esfria no fim do dia.

O passeio custou €35 por pessoa.

img_7658 img_7516 img_7545 img_7589-1
3 – Caminhe pelas ruas estreitas da parte antiga da cidade e visite os monumentos históricos:

Antiga cidade medieval,cercada por muros e arquitetura centenária. A Catedral da cidade é um dos pontos altos para quem curte história, assim como os prédios do Palácio do Governo e a Câmara Municipal. Se curte museu,visite o museu da arqueologia, com artefatos do período mouro e do império romano. Não é grande custa €2 pra entrar. Para quem não se liga muito nesses quesitos, talvez você vai adorar ver os pés de mexericas alinhados e colorindo as calçadas.

Dica: a mexerica é linda e você pode apanhar, mas é azeda que nem limão

img_7622 img_8246-1 img_8192 img_7622 img_8156 img_8158

 

4 – Faça um happy hour no Columbus Bar:

Melhor equipe de bar e melhor menu de bar da #lisboabarshow 2015. Drinks descolados e deliciosos, ambiente agradável e um menu lindo,que parece um jornal. Esse da foto é o #desirelamp com #ketelonevodka, St.Germain, bela-luísa,limão e #fevertree edelflower tônica

img_7646-1
5 – Vá conhecer e se impressionar com a Igreja Nossa Senhora do Carmo e sua Capela dos Ossos:

A igreja Barroca,me lembrou muito as nossas lá de Ouro Preto é só ela já vale a visita. A Capela dos Ossos aos fundos da igreja, é uma vista e tanto. Construída com crânios e ossos de mais de 1000 monges foi um modo que as Carmelitas encontraram de nos lembrar de como é curta a nossa estadia aqui na Terra. A entrada contém a inscrição: “Pára aqui a considerar que a este estado hás-de chegar”.

img_7965 img_7998-1 img_7983-1 img_7975

Entrada: €2

6 – Alugue uma bicicleta e pedale pelo Parque Nacional, na região conhecida como Barrocal. Aqui estão os vales e montanhas da região e é muito rica em fauna e flora. Totalmente diferente das praias e costa da região e uma ótima opção para quem quer mudar um pouco o cenário.

img_8252-1
7 – Fazer um bate volta até Lagos passando por Portimão:

As praias de Portimão estão entre as mais famosas da região e Lagos não fica atrás. São quilômetros de falésias e pedras que são os cartões postais mais famosos da região. Você pode ir de barco e de canoa. Não pegue os grandes barcos e sim os pequenos,que são de pescadores locais. Além de mais em conta, tem toda a característica dos nativos, o que torna a experiência ainda mais especial. De barco o passeio foi de 1,5h e de canoa (com guia e em turma) durou 3hs, contando a paradinha na praia pra curtir a areia e o sol.

Barco: €15 por pessoa & Canoa: €25 por pessoa

img_7883 img_7858 img_7811 img_7789
8 – Fazer um bate e volta até Albufeira:

Albufeira é a maior cidade da região e a mais movimentada. Aqui estão os maiores resorts e atrações para família,como o parque aquático e aquário. A vida noturna aqui também é a mais movimentada e por isso tudo muitos se hospedam por aqui. Por estar localizada entre Lagos e Faro, também é ótima para quem vai visitar as outras cidades.

img_8022

img_8043-1 img_8019-1 img_8023
9 – Faça uma refeição no restaurante Tertúlia:

O mais famoso da cidade. Não é dos mais baratos e nem dos mais caros,porém é sofisticado e serve pratos com ingredientes locais e receitas mais modernas. De entrada comi o queijo de cabra assado,com maçã e amêndoas. De prato principal,fui de frango recheado com Figo e bacon e coberto com molho de laranja. Tava divino! A refeição toda com suco de laranja e café saiu por €19,90.

img_8253 img_8249-1 img_8250-1
10 – Vá tomar um café e comer uma sobremesa local no Vila Adentro:

O restaurante,confeiteria (bolos regionals) @vilaadentro fica na cidade velha de Faro dentro dos muros, na esquina do Museu Arqueológico da cidade. Seu edifício do século XV foi parcialmente destruído em 1755 por um terremoto que afetou várias cidades de Portugal.

Restaurado e reerguido logo depois, já foi casa de uma grande galeria de arte e fábrica dos azulejos Constância. Esses azulejos que hoje decoram suas paredes podem também serem vistos pela cidade, já dão nome às ruas da mesma.

Embaixo da sua estrutura há um túnel subterrâneo anterior a 1249 (ano que a cidade foi conquistada pelos portugueses aos mouros). Por ter vestígios de arte romana,os historiadores não sabem ao certo se foi construído por eles ou por mouros. Esse túnel era o ponto de fuga do forte e a entrada era por esse poço que fica no meio do edifício.

Hoje o restaurante, requintado e delicado,abraça essa história que orgulhosa estampa nas paredes do recinto. Seus atendentes sabem a história de cor e sorriem ao conta-la. Pratos tradicionais, vinhos e doces que vão ganhar seu coração.

img_8173 img_8183-1 img_8187-1
Para conhecer bem a cidade de Faro batam dois dias. Para conseguir fazer todos os passeios aconselho que venha com ao menos 4 dias livres. Cinco pra mim,teria sido ideal porque queria ter explorado um pouco mais a parte histórica de Albuferia.

Se você prefere unir turismo com vida noturna, a melhor pedida é se hospedar em Albufeira, que além de ser uma cidade muito maior com opções para todas as idades, também fica posicionada entre Faro e Lagos, ótima posição para pegar os trens até essas cidades sem perder muito tempo.

Se curtiu as dicas, deixe aqui seu comentário e compartilhe!

Carol

Sobre Carol Pascoal

Brasileira, residente em Londres, profissional de visual merchandising e blogueira. Viajar é minha paixão e por isso criei o Na Mala com Carol, onde escrevo sobre minhas experiências e tudo que faz parte do meu estilo de vida.

Comente